Marcha Contra Lei de Imigração Reúne Centenas na Avenida Paulista

129


por paulo eneas
A III Marcha Contra Lei de Imigração que foi realizada nessa terça-feira na Avenida Paulista reuniu centenas de pessoas. A Marcha foi organizada pelo movimento Direita São Paulo, e contou com a adesão da Liga Cristã Mundial, do grupo Ativistas Independentes e de outros ativistas vinculados ou não a outros grupos, que se reuniram em uma manifestação pacífica que transcorreu, felizmente, sem qualquer incidente.

O vídeo a seguir contém a gravação da transmissão integral da manifestação. Nossa reportagem prossegue mais abaixo.

Todos os oradores que fizeram uso do palavra enfatizaram que a manifestação não era de forma alguma contra imigrantes, como parte da grande imprensa vem descrevendo de maneira mentirosa e desonesta. Os discursos foram claros em falar a respeito dos riscos à segurança nacional que a lei representa, além de atentar contra a soberania do país e contra a cidadania dos brasileiros.

Havia um forte esquema de segurança preparado pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, em vista do ocorrido na manifestação anterior, quando terroristas muçulmanos estrangeiros que se encontram no país lançaram uma bomba contra os manifestantes. Com a segurança reforçada, não houve incidente algum, e uma manifestação de delinquentes esquerdistas que havia sido convocada para a mesma hora e local simplesmente fracassou.

Um dos momentos mais simbólicos da manifestação foi quando um grupo de manifestantes se perfilou exibindo lado a lado as bandeiras do Brasil, de Israel e da Liga Cristã Mundial, conforme mostrado na foto abaixo. O simbolismo reside no fato de que as forças políticas globalistas que pretendem atentar contra a soberania brasileira por meio da lei de imigração são as mesmas que, seja através de ações na ONU ou através de apoio e financiamento do terrorismo islâmico, pretendem aniquilar o Estado de Israel.

130


Em dos momentos da manifestação, o editor do Crítica Nacional também fez uso da palavra, como se pode ver no vídeo abaixo. Enfatizou mais uma vez que marcha não era de forma alguma contra imigrantes, e sim contra a lei de imigração. Destacou ainda que os possíveis vetos a alguns artigos da lei por parte do presidente Michel Temer não irão de modo algum resolver o problema, pois entende que a lei precisa ser rejeitada em sua totalidade.



Por fim, nesse outro vídeo abaixo, é possível assistir a gravação feita por nós de uma grande parte da manifestação:


Com a colaboração de Angélica, assistente de produção de conteúdo e mídias do Crítica Nacional.  #CriticaNacional #TrueNews


 

2 comments

  1. Esta Lei de Migração é um verdadeiro acinte. É incrível pensar que um Congresso Nacional BRASILEIRO a aprovou. Também não creio que Michel Temer irá vetar a mencionada lei, principalmente agora, que está enrolado e prestes a cair fora. Além disso, o veto deve ser integral, e não de uma meia dúzia de artigos insignificantes. Fica claro que a agenda globalista avança no Brasil.
    Apóio o trabalho de vocês, Crítica Nacional! Sigam em frente, pois precisamos de vocês!

  2. Temer, sem vergonha!

    “Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Cunha.

    (…)

    É uma delação como jamais foi feita na Lava-Jato: Nela, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: “Tem que manter isso, viu?”.

    (…)

    https://thoth3126.com.br/dono-da-jbs-grava-temer-dando-aval-para-compra-de-silencio-de-cunha-aecio-tambem-foi-grampeado/

Comentários