por angelica ca
De acordo com um novo estudo publicado no American Journal of Epidemiology, o tratamento ambulatorial precoce com hidroxicloroquina tem se mostrado o mais eficaz em pacientes com a Covid-19. O estudo, liderado pelo Dr. Harvey Risch, da Universidade de Yale, diz que a hidroxicloroquina precisa ser amplamente disponibilizada e promovida para tratamento médico.

Segundo o epidemiologista de Yale Dr. Harvey Risch, a combinação de hidroxicloroquina e o antibiótico azitromicina foi amplamente deturpada nos relatórios clínicos e na mídia e que cinco estudos, incluindo dois ensaios clínicos controlados, demonstraram eficácia significativa do tratamento ambulatorial do medicamento.

Risch recomenda a combinação de hidroxicloroquina e o antibiótico azitromicina preferencialmente com zinco como tratamento ambulatorial padrão,  “pelo menos até encontrarmos ou adicionarmos algo melhor, seja remdesivir ou qualquer outra coisa”, afirma o epidemiologista.

Ao revisar todas as evidências disponíveis sobre a hidroxicloroquina, o Dr. Risch disse que os medicamentos hidroxicloroquina, o antibiótico azitromicina e a doxiciclina “são geralmente seguros para uso a curto prazo no tratamento precoce da maioria dos pacientes ambulatoriais de alto risco sintomáticos, onde não são contra-indicados, e que são eficazes na prevenção de hospitalização na esmagadora maioria desses pacientes. Se esses medicamentos combinados se tornarem padrão de atendimento, é provável que eles salvem um número enorme de vidas que, de outra forma, seriam perdidas para essa doença endêmica”. Com informações de Zero Hedge


Crítica Nacional Notícias: