por angelica ca
O presidente norte-americano Donald Trump suspendeu os vôos das companhias aéreas chinesas de passageiros para os Estados Unidos partir deste mês, de acordo com uma ordem do Departamento de Transportes divulgada nesta quarta-feira (03/06).

A decisão foi uma resposta à medida do regime comunista chinês de impedir que as companhias norte-americanas United Airlines e Delta Air Lines retomem voos para a China.

O governo do mandatário americano afirmou que sete companhias aéreas da China, incluindo a Air China Limited e a China Southern Airlines e a Xiamen Airlines, não poderão realizar voos para os Estados Unidos a partir de meados de junho, já que Pequim não permitiu que as transportadoras americanas retomassem seus voos para lá.

De acordo com o Departamento de Transportes norte-americano, a China está violando um acordo entre os dois países, sobre a reciprocidade de voos de companhias aéreas. “O Departamento continuará a lidar com os nossos parceiros chineses para que as transportadoras americanas e chinesas possam exercer plenamente os seus direitos bilaterais”.

Em janeiro, as companhias aéreas americanas e chinesas operavam 325 vôos por semana entre os dois países, incluindo aqueles que são operados pela United, Delta e American Airlines. Esse número diminuiu drasticamente para 20 vôos semanais. E em meados de março aumentou levemente  para 34 vôos semanais, todos operados por companhias chinesas. Com informações CNBC e Epoch Times


Crítica Nacional Notícias: