por angelica ca
A Polícia Federal desencadeou na manhã desta quinta-feira (04/06) duas operações para para combater a difusão de pornografia infanto-juvenil através da internet. Na segunda fase da Operação Arquivo Proibido, no Ceará, os policiais federais cumpriram quatro mandados de buscas e apreensão, em Fortaleza e Caucaia, na Região Metropolitana. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal do Ceará. Foram apreendidos aparelhos celulares, HDs e vários cartões de memória.

Já na Operação Storage, no Rio Grande do Norte, participaram cerca de 35 policiais e foram cumpridos 7 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal nas cidades de Natal (5), Extremoz (1) e Mossoró (1).

Segundo a Polícia Federal, a operação é resultado de cinco investigações que tramitaram na delegacia especializada em crimes cibernéticos. Uma delas foi desdobramento da Operation Trojan, deflagrada nos Estados Unidos em 2017 e resultante de ação coordenada do FBI com a Força-Tarefa Internacional de Combate a Crimes contra Crianças.

Nela, apurou-se que usuários de vários países estavam disseminando pornografia infantil por meio da GigaTribe, programa que permite a criação de uma rede privada de compartilhamento direto de dados. De modo semelhante, em outras investigações, também chegou-se à autoria dos crimes por meio do rastreamento das redes peer-to-peer (P2P), de compartilhamento direto. Com informações da Polícia Federal e Agência Brasil.


Crítica Nacional Notícias: