A suprema corte de justiça do país mandou soltar o goleiro assassino. Mais uma evidência do funcionamento normal das nossas instituições do estado democrático de direito, pelo qual tanto zela o colunista Reinaldo Azevedo. Um zelo que o torna a mais peripatética das figuras públicas empenhadas em combater sem tréguas e sem mesuras a nascente direita conservadora brasileira. #CriticaNacional #TrueNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário