É um Erro Desprezar a Militância Política Formada por Apoiadores de Jair Bolsonaro

O leitor Thiago Brito de Andrade fez uma observação em um post nosso no facebook que merece ser comentada e destacada nessa nota: ele diz da importância da militância política e do erro que se comete ao atacar e tentar ridicularizar a militância que vem se formando em torno do nome de Jair Bolsonaro. De fato, há décadas não existia militância política de direita no país. Tanto o é que o vocábulo militante passou a ser quase sinônimo de esquerdista.

Mas nos últimos dois ou três anos vem se formando de maneira espontânea e descentralizada,  e numa velocidade espantosa, uma militância em torno do nome de Jair Bolsonaro. Nas grandes e médias cidades, essa militância contempla vários segmentos sociais, com uma forte presença de assalariados, estudantes e pessoas de menor renda.

Mas diante desse fato, uma parte da direita, especialmente aquele setor minúsculo da direita formado pela classe média, decide que a coisa mais inteligente a fazer no momento não é analisar a dimensão sociológica e quase inédita representado por essa militância. Em vez disso, esse segmento da direita prefere tentar ridicularizar esses ativistas e superdimensionar suas deficiências (que existem) como pretexto para já de antemão fazer o que direita como um todo tem feito em meio século: se alojar sob o guarda-chuva e as asas da socialdemocracia.

Esse tipo de comportamento por parte de setores da direita denota uma combinação de burrice política com aquele tipo de afetação pequeno-burguesa que parte da elite brasileira sempre teve, e da qual parece que nem mesmo os direitistas dela originários conseguem se livrar.

Publicado Originalmente em 01/05/2017. #CriticaNacional #TrueNews


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário