por paulo eneas
O autor do atentado terrorista islâmico que matou vinte e duas pessoas, em sua maioria crianças e adolescentes, na noite de ontem em Manchester, no Reino Unido, foi identificado. O assassino é o muçulmano Salman Ramadan Abedi, de vinte e três anos, de nacionalidade britânica e cuja família é de origem líbia.

Reportagens da Fox News, Jihad Watch e Breitbart afirmam que a família do terrorista muçulmano havia ingressado no Reino Unido na condição de refugiados. As mesmas fontes afirmam também que o terrorista já era conhecido das autoridades policias britânicas, mas não detalham qual era a natureza desse conhecimento.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque terrorista logo após ele ter ocorrido em vídeo divulgado na internet. Além do vídeo, o estado terrorista muçulmano emitiu um comunicado em inglês em que celebra o fato de um soldado do califado (ou seja, um terrorista muçulmano) ter conseguido matar ou ferir cerca de cem cruzados, ou seja, cem pessoas inocentes da civilização ocidental.

O comunicado enfatiza que tal ato de terrorismo foi feito em nome da religião de allah. Descreve ainda que o ato de terror foi praticado em um ambiente que chamam de vergonhoso,  ou seja, em uma arena de show de música pop destinado a público adolescente. O comunicado termina prometendo novos ataques terroristas contra os Devotos da Cruz, ou seja contra os cristãos, e seus aliados e reafirma que tais ataques serão feitos em nome de allah.



Publicado Originalmente em 23/05/2017. #CriticaNacional #TrueNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE