Lula Contra Procurador da Lava-Jato

O blog O Antagonista informou ontem em nota que Lula, por meio de seus advogados, protocolou representação contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima junto à corregedoria do Ministério Público, alegando que suas manifestações públicas nas redes sociais seriam de caráter político contra o ex-presidente. É fato que tal iniciativa de Lula é mais uma de suas ações contra a Lava Jato e merece, obviamente, o nosso repúdio. Mas é igualmente fato que o ativismo político de procuradores envolvidos nas investigações da Lava Jato é não apenas inaceitável, como pode até mesmo prejudicar a operação, como mostramos no artigo A Opinião Política dos Procuradores do Ministério Público, publicado há algumas semanas.

Reiteramos aqui o que foi afirmado no artigo acima: agentes do estado que atuam como investigadores de crimes cometidos por agentes públicos, incluindo políticos, não podem e nem devem se manifestar publicamente sobre as consequências políticas das investigações nas quais eles atuam, sob pena de colocar essas investigações sob suspeição. Isso deveria ser uma obviedade, aliás. Se Carlos Fernando, Deltan Dallagnol e outros procuradores têm ambições político-eleitorais, não cabe a eles expressá-las na condição de investigadores da Lava Jato. Cabe a cada um deles, isto sim, abrir mão dessa função de investigador e procurar um partido político. PSOL, Rede, Podemos, PSB, PCdoB e outros que formam o destino natural desse procuradores com vocação político-eleitoral, seguramente estarão e estão de braços abertos para acolhê-los.

Com a colaboração de Débora Portugal. #CriticaNacional #TrueNews


APOIE O CRÍTICA NACIONAL
CLIQUE AQUI E FAÇA SUA ASSINATURA OU DOAÇÃO


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE