por paulo eneas
A tentativa de golpe de estado disfarçado com verniz legalista engendrado pelas esquerdas, pela Procuradoria Geral da República, pela JBS, pelas Organizações Globo e por toda escória da esquerda nacional, tendo os petistas à frente, fracassou semana passada. Mas isso não foi suficiente para que os néscios políticos reunidos no blog Empiricus Research/O Antagonista desistissem de sua missão de serem os principais idiotas úteis da esquerda na grande imprensa nacional. Em nota publicada nessa terça-feira, o blog das sacripantes compara o presidente Michel Temer ao ditador Nicolás Maduro, ao afirmar que o presidente brasileiro estaria “perseguindo” o Procurador Geral da República.

O fato é que há evidências abundantes de que Janot cometeu uma série de irregularidades à frente da PGR: escolheu a dedo quem investigar com o objetivo de sempre proteger petistas, a quem deveu sua nomeação e posterior recondução ao cargo. Há suspeitas de que teria beneficiado criminosos confessos como os donos da JBS, por meio de um acordo de delação feito à revelia dos demais integrantes do Ministério Público envolvidos nas investigações da Lava Jato, sem as devidas diligências por parte da Polícia Federal e sem um conjunto de procedimentos exigidos por lei para validade de um acordo de colaboração com a justiça.

As ações de Rodrigo Janot sempre foram politicamente motivadas e orientadas em favor do petismo, como já vínhamos afirmando aqui no Crítica Nacional há mais de ano, antes mesmo do impeachment. Passado o impeachment, o foco das ações da PGR voltou-se para Michel Temer e culminou na episódio da delação super premiada, e de legalidade super questionável, dos donos de JBS. Em vista disso, o presidente decidiu então fazer uma representação legal contra o chefe da PGR junto ao Supremo Tribunal Federal, em um movimento previsível ante o jogo político que vem sendo jogado pela Procuradoria, em favor do petismo, e em completo desacordo e desvio de suas funções legais.

No entanto, nenhum dos elementos descritos acima, nem mesmo o elemento central da disputa de poder travada há mais de um ano no núcleo do estamento burocrático, e que tem como estratégia central por parte dos comunistas a derrubada imediata do atual governo para fazer avançar a agenda da esquerda (incluindo a possibilidade de uma constituinte), parece fazer parte do universo de compreensão da realidade política por parte dos editores do blog das sacripantas. Diante dessa ausência de compreensão, tudo que o blog consegue fazer é produzir pérolas como a de comparar o chefe do executivo brasileiro ao ditador venezuelano. Os petistas e toda a escória comunista brasileira seguramente devem abrir um largo sorriso toda vez leem o mais medíocre e limitado veículo da grande imprensa brasileira.

#CriticaNacional #TrueNews


APOIE O CRÍTICA NACIONAL
CLIQUE AQUI E FAÇA SUA ASSINATURA OU DOAÇÃO

Comente com seu perfil do facebook: