O Avanço da Ditadura do Judiciário

por débora portugal
Alguns ativistas estão dispostos a apoiar uma decisão inconstitucional de uma suprema corte de maioria formada por indicações petistas, e que nunca representou os anseios da sociedade de bem do país, somente para provar aos petistas que “não temos bandido de estimação”. O que irão fazer estes ativistas quando esta ditadura do judiciário consolidar-se, até mesmo por jurisprudência, e depois tentar usar algum pretexto para na prática cassar mandatos de parlamentares de nosso campo?

Não podemos endossar e legitimar o ativismo judiciário, muito menos as decisões inconstitucionais do STF. O problema não é o senador tucano, ele é apenas uma isca nesse processo, assim como não nos interessa a falsa polarização entre petistas e tucanos. O que está em questão na decisão da suprema corte é o avanço da ditadura do judiciário que ignora as leis e o texto constitucional, e isso não podemos permitir que ocorra. E é contra o avanço dessa juristocracia que devemos lutar.

Débora Portugal é empresária, ativista e colaboradora do Crítica Nacional.
#CriticaNacional #TrueNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE