Ativistas Que Protestavam no MAM Foram Encaminhados Para Delegacia de Polícia

Um grupo de ativistas que protestavam nessa tarde de sábado em frente ao Museu de Arte Moderna de São Paulo, MAM, foi encaminhado a uma delegacia de polícia após uma suposta funcionária do museu acusar uma das líderes da manifestação, Ana Claudia Graeff, de suposta agressão. Uma acusação falsa e mentirosa, conforme pôde ser constatado pelos demais presentes.

A grande imprensa está dando respaldo a essa versão mentirosa, quando na verdade o que ocorreu foi a tentativa de assédio por parte da suposta funcionária contra a filha de nove anos de Ana Cláudia, que acompanhava a mãe na manifestação. Conforme relato mostraso no vídeo abaixo, a suposta funcionária do museu afirmou não haver problemas em uma criança tocar um homem nu, e em seguida tenta filmar a filha de Ana Claudia sem o consentimento da mãe, numa clara atitude de assédio a menor de idade.

Nesse momento os ativistas encontram-se na delegacia de polícia da proximidade e estão sendo acompanhados por uma advogada, a Dra. Daniela Bruzarrosco. Ainda hoje traremos mais informações a respeito.

#CriticaNacional #TrueNews


No 27 batalhão de polícia

Publicado por Ativistas Independentes em Sábado, 30 de setembro de 2017

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE