por paulo eneas
Depois de um período divulgando resultados do instituto Paraná Pesquisas que mostravam o crescimento consistente de Jair Bolsonaro, ainda que exibindo percentuais muito abaixo daqueles que não correspondem ao nosso ver à receptividade e aceitação de Jair Bolsonaro junto a diversos segmentos da população, o blog O Antagonista passou a divulgar pesquisas do Ibope e Datafolha. Em uma nota publicada hoje pela manhã, o blog sinaliza como a grande imprensa passará a tratar a Jair Bolsonaro daqui para diante:

a) A grande imprensa deixará de ignorar Bolsonaro, com exceção provavelmente dos veículos das Organizações Globo, uma vez que estas tentarão emplacar a candidatura do apresentador de programas de auditório da casa.

b) Os institutos de pesquisa já conhecidos por apresentar resultados falsos, como o Ibope e Datafolha, continuarão a predominar na grande imprensa. Na nota de hoje o referido blog já apressou-se em dizer, sem fundamento algum, que Lula e Bolsonaro pararam de crescer, enquanto que pesquisas independentes dizem exatamente o contrário em relação a Bolsonaro. Quanto a Lula, o fracasso de seus comícios eleitorais em várias cidades do país mostram que ele nunca esteve em crescimento, pelo contrário.

c) A grande imprensa irá procurar de todas as formas associar Jair Bolsonaro a Lula, ainda que para isso lance mão de algumas verdades, como o fato de que parcela do eleitorado menos esclarecido que antes votava em Lula irá agora votar Bolsonaro. Se Lula for candidato, a imprensa passará a falar de duas candidaturas “extremistas”, procurando colocar Bolsonaro e Lula no mesmo campo de uma suposta extrema direita.

d) A tentativa de colar a imagem de Bolsonaro a Lula, ainda que este não venha a disputar a eleição, corresponde à mesma estratégia usada pelas esquerdas e globalistas na eleições europeias: tentar rotular de extremista de direita qualquer força política de viés anti-globalista.

e) Como decorrência do que mencionamos acima, não será surpresa alguma se parte da grande imprensa começar a associar Lula à extrema direita. A senha para essa manobra de desinformação foi dada por Geraldo Alckmin dias atrás, quando em uma entrevista disse isso textualmente. Alckmin tentará posicionar-se como alternativa de centro-esquerda e sua participação no evento tucano chamado PSDB: ESQUERDA PRA VALER, foi uma clara indicação nesse sentido. #CriticaNacional #TrueNews


Geraldo Alckmin no Encontro PSDB Esquerda Pra Valer. Tucanos assumem que são mesmo de esquerda.