por paulo eneas
O vídeo abaixo registra um momento da chegada de Jair Bolsonaro em Vitória, no Estado do Espírito Santo. Nenhum, mas absolutamente nenhum, político ou figura pública brasileira desfruta hoje desse grau de admiração e apoio da população em todos os cantos do país, em todas as faixa etárias e em todos os segmentos de renda. As cenas que vimos hoje no Aeroporto de Vitória têm repetido-se todo o país, e servem para mostrar a força eleitoral crescente de Jair Bolsonaro.

Servem também para jogar por terra pesquisas fajutas divulgadas pela grande imprensa, que insistem em mostrar resultados falsos e completamente descolados da realidade. A divulgação dessas pesquisas, com dados mentirosos ou distorcidos, servem unicamente ao propósito de ocultar a realidade e tentar alterá-la por meio da criação de pseudo-fatos consumados, que venham mais tarde promover alguma alteração nas tendências do eleitorado. Não são, portanto, pesquisas de intenção de voto, mas pesquisas de indução.

Essa estratégia de divulgação de pesquisas adulteradas que, em vez de retratarem a real preferência da população, procuram induzir o comportamento do eleitorado, vem sendo usada pelos globalista no mundo inteiro. Vimos isso na eleição norte-americana do ano passado. Vimos isso repetir-se também nas principais eleições europeias, bem como nas pesquisas anteriores ao plebiscito do Brexit.

No entanto, tudo indica que esse esforço dos globalistas e dos esquerdistas que estão a serviço deles tem sido em vão. A força eleitoral de Jair Bolsonaro já uma realidade que dificilmente alguma pesquisa eleitoral distorcida e fajuta irá alterar. Para a esquerda restará unicamente a tentativa quase desesperadora de encontrar um nome que a unifique em todos os seus setores, desde tucanos a psolistas, passando por petistas e peemedebistas, para tentar fazer frente a ascensão de Jair Bolsonaro.

Vários balões de ensaio têm sido lançados com essa finalidade: João Doria, Carvalhosa, Luciano Huck e até mesmo Geraldo Alckmin, cujo partido já vem adotando o slogan esquerda pra valer. Muitos desse balões murcharam até mesmo antes de subir, como parece ser o caso de João Doria e do efêmero Carvalhosa. A busca desse nome da esquerda para fazer frente a Jair Bolsonaro prossegue. E enquanto a esquerda arranca os cabelos tentando achar esse nome debaixo da cartola, Jair Bolsonaro continua a crescer não apenas nas intenções de voto, mas no entusiasmo e calorosidade com que é recebido em qualquer lugar do país por onde ele passa.



No outro vídeo abaixo, mais extenso, são mostrados todos os momentos da chegada de Jair Bolsonaro a Vitória. #CriticaNacional #TrueNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário