Bolsa Dispara Com Anúncio de Julgamento de Lula

Bastaram dois minutos antes do fechamento do pregão para que o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo disparasse, fechando em alta de 1.39% com a divulgação da data para o julgamento de Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A corte marcou para o dia 24 de janeiro o julgamento de Lula em segunda instância no caso envolvendo o triplex do Guarujá. Lula já foi condenado em primeira instância nesse processo pelo juiz Sergio Moro a nove anos de prisão.

Se confirmada a sentença em segunda instância, Lula ficará impedido de concorrer a cargos eletivos na próximos eleições por conta da Lei da Ficha Limpa, como bem lembrou o General Hamilton Mourão em palestra no Clube Militar na semana passada, e cuja repercussão abordamos em artigo que pode ser visto nesse link aqui. A reação das bolsas ao noticiário político serve para mais uma vez lembrar ao segmentos mais ingênuos do pensamento liberal que é a política quem determina os rumos da economia, e não o contrário.

Essa é a segunda vez em tempos recentes que a Bolsa de Valores experimenta uma forte alta em função do noticiário político. Mais recentemente, o Índice Bovespa também disparou em alta, conforme relatamos em outro artigo nesse link aqui, com o anúncio feito por Jair Bolsonaro de que o economista Paulo Guedes poderá possivelmente ser seu futuro ministro da Fazenda, caso eleito.

Com informações de InfoMoney. #CriticaNacional #TrueNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE