Eleições Chilenas: Mais Uma Derrota do Foro de São Paulo

A coalização de partidos de esquerda foi derrotada nas eleições presidenciais chilenas desse domingo. A vitória do democrata-cristão Sebastian Piñera da coalização de centro-direita representou mais uma derrota dos partidos e forças políticas alinhadas ao Foro de São Paulo na América Latina. Sebastian Piñera tomará posse em março do ano que vem. Em seu histórico consta que em 1989 ele coordenou a campanha presidencial de Hernán Büchi, ex-ministro das finanças de Augusto Pinochet. 

Existe um questionamento sobre se é correto considerar Sebastian Piñera um político de direita. A análise de seu programa de governo e suas alianças, de seu posicionamento quanto a temas caros da agenda ideológica da esquerda e dos globalistas, bem como um levantamento das ações concretas de seu primeiro mandato presidencial de 2010 a 2014, permitirão uma resposta conclusiva a respeito.

Por ora, cumpre mostrar que existe uma tendência real na América Latina de impor derrotas à esquerda em processos eleitorais, desde que esses sejam processo claros e transparentes e sem fraudes, como foi no caso chileno nesse domingo. No entanto, o verdadeiro tour de force dessa tendência serão as eleições brasileiras no ano que vem. Daí a urgência de exigir-se do TSE o cumprimento da lei do voto impresso e a transparência em todas as etapas do processo eleitoral. #CriticaNacional #TrueNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE