Pobreza & Desigualdade: O Mito Criado Pelo Pensamento Revolucionário

por paulo eneas
Acreditar que o grande mal do mundo é a desigualdade de renda e de riqueza, e com isso colocar implicitamente a culpa pelos problemas nos ombros e nas consciências dos mais ricos, que são justamente os que geram riqueza por meio do empreendedorismo, é um dos erros mais brutais que uma pessoa de boa índole pode cometer. 

Pois essa tese mentirosa que condena a desigualdade, por ela ser supostamente responsável pela pobreza, corresponde exatamente à narrativa igualmente mentirosa criada pela ideologia revolucionária, traduzida nos movimentos políticos comunista, socialista e socialdemocrata, com objetivo de conquista do poder.

Uma vez estando no poder, os proponentes dessa ideologia irão impor regimes de força que promoverão o fim da desigualdade por meio da imposição da pobreza generalizada, exceto para o apparatchik partidário, ao impedir as pessoas de empreenderem parar gerar riquezas, e irão com isso trazer miséria, fome, repressão política, supressão das liberdades e genocídio, como a história já demonstrou largamente.

Portanto, jamais deve-se dar crédito aos que falam em combater a desigualdade, sempre em busca de um mundo supostamente melhor. A desigualdade não é nem nunca foi a origem dos problemas do mundo. Pois o único momento na história em que houve igualdade plena foi nos primórdios da humanidade, quando todos eram iguais na pobreza e na luta diária da nossa espécie pela sobrevivência em estado de selvageria. #CriticaNacional #TrueNews


 

Comente com seu perfil do facebook: