Ricardo Noblat: O Lixo de Jornalismo Que Não Vai A Lugar Algum

O jornalista Ricardo Noblat escreveu nessa segunda-feira à tarde em seu twitter a nota mostrada na imagem abaixo, e cujo publicação original poder ser vista nesse link aqui.



O brizolista Ricardo Noblat é conhecido por suas barrigas, termo usado no jornalismo para designar uma notícia falsa e mentirosa e totalmente descolada da realidade. Ricardo Noblat esmerou-se em publicar barrigas e a coleção é de fazer inveja a qualquer amante de fake news, como pode ser visto na pequena amostra abaixo:

a) Em 18 de maio de 2017, às 20h19m, Ricardo Noblat “informou” seu público que o presidente Michel Temer havia decidido renunciar e que iria fazê-lo naquele mesmo dia.

b) Em maio de 2009 o jornalista informou, sempre em primeira mão, o caso de uma brasileira que teria sido supostamente agredida na Suíça. Investigações posteriores nunca comprovaram tal agressão, o caso criou um mal-estar diplomático e o jornalista jamais retratou-se pela desinformação publicada.

c) Em janeiro de 2009, o blog do jornalista informou da prisão de um líder religioso evangélico em um processo que já havia sido encerrado sem qualquer condenação.

d) Em maio de 2011, o jornalista resolveu posar de colunista social e publicou uma nota mentirosa sobre um certo jantar que não teria ocorrido durante a visita de então presidente americano, o socialista muçulmano Barack Obama, ao Brasil. A nota foi desmentida com evidências e fotos no dia seguinte.

O tipo de jornalismo feito por figuras como Ricardo Noblat e por publicações como o blog das sacripantas, que já anunciaram que Lula vai ser preso amanhã e que A vitória de Hillary Clinton nas eleições americanas vai ser uma moleza, merece tanta credibilidade quanto os elogios de um comunista à democracia ou as declarações de paz e de tolerância por parte de um muçulmano. #CriticaNacional #TrueNews


 

Comente com seu perfil do facebook: