Raquel Dodge Reafirma Compromisso Com Prisão Após Segunda Instância

Em pronunciamento formal ontem no Supremo Tribunal Federal durante abertura anual dos trabalhos do judiciário, a Procuradora Geral da República Raquel Dodge reafirmou o compromisso da chefia do Ministério Público Federal de assegurar a aplicação da lei no que diz respeito ao cumprimento de pena de prisão de condenado após julgamento em segunda instância. 

A fala da PGR é um recado claro ao próprio STF, e tem por alvo o líder petista já condenado em segunda instância colegiada por crime de corrupção e de lavagem de dinheiro. O líder petista poderá ser preso em poucas semanas, após a análise dos chamados embargos de declaração pelo TRF-4. 

A única possibilidade de a prisão do petista não ocorrer é por meio de habeas corpus ou uma mudança casuística no entendimento do STF a respeito do tema que foi objeto da fala da procuradora. Essa possibilidade mostra-se cada vez mais remota, embora não possa ser ainda descartada, como evidenciam as declarações de Raquel Dodge, de Carmen Lucia e até mesmo do esquerdista Luis Roberto Barroso.

Colaboração de Débora Portugal pela redação. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE