Ordem dos Advogados Bolivarianos: OAB Contra Mandados Coletivos no Rio de Janeiro

A OAB informou que vai entrar na justiça contra o uso de mandados coletivos de busca e apreensão e de prisão na capital carioca durante as operações de combate ao crime empreendidas pelas forças da lei e da ordem no âmbito da intervenção federal no Estado. A entidade alega que a medida seria ilegal por ser, supostamente, limitadora das garantias fundamentais individuais. Em nosso entender, o posicionamento da entidade nacional dos advogados brasileiros não reflete uma preocupação com a legalidade ou não de uma ação de agentes do Estado.

O posicionamento da entidade reflete isso sim o alinhamento ideológico à esquerda que a OAB já adotou há anos. Um alinhamento com as mesmas correntes políticas ideológicas que levaram o Estado do Rio de Janeiro a um completo caos na segurança pública, resultando na limitação real de garantias fundamentais individuais.dos cidadãos de bem que vivem em territórios controlados pelo tráfico e pelo crime organizado, e onde não vigoram as leis do país e sim as “leis” do mundo crime.

A OAB, como todos as demais instituições aparelhadas pela esquerda e pelo pensamento revolucionário, expresso inclusive no garantismo na esfera jurídica, está na verdade preocupada é com as garantias fundamentais individuais daqueles a quem a esquerda sempre defendeu e protegeu: os bandidos e criminosos, pouco importando os direitos e garantias fundamentais individuais. os cidadãos de bem, direitos e garantias esses que há anos já vem sendo violados sem que a entidade expresse qualquer preocupação especial a respeito. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE