Ministro da Segurança Pública Abre Guerra Política Contra as Forças Armadas

A julgar pela falatório oco e inconsequente exibido hoje pela manhã durante a cerimônia de posse do comunista desarmamentista Raul Jungmann no Ministério da Segurança Pública, fica patente o caráter político-eleitoral desse ministério recém-criado.

Durante sua fala, o comunista Raul Jungmann, que irá chefiar uma pasta puramente burocrática, fez questão de iniciar uma guerra política contra a instituição das Forças Armadas, ao afirmar que existe uma suposta banalização das operações de Garantia da Lei e da Ordem e dizer que segurança pública se resolve na Segurança e não na Defesa.

Enquanto as polícias estaduais e as Forças Armadas no Rio de Janeiro tentam fazer o combate efetivo em campo contra o crime organizado, o titular de um ministério supostamente criado para tratar do problema da criminalidade resolve demonizar justamente a instituição que reúne capacidade, competência e qualificação, requisitos que o comunista desarmamentista Raul Jungmann não tem, para fazer o enfrentamento ao crime. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE