Declaração do General Villas Bôas Foi Coordenada Com Generais da Reserva

Informações de bastidores dão conta que alguns dias antes das manifestações que lotaram as ruas das principais capitais brasileiras na noite de ontem, os oficiais militares da reserva reunidos no Clube Militar foram instruídos pelo Comando a participarem das principais manifestações, e expressarem-se politicamente a respeito do quadro político. O objetivo era tomar pulso in locus do ânimo dos manifestantes, bem como aferir a real adesão de público.

E assim foi feito. Uma vez constatada a adesão maciça da população aos atos exigindo o cumprimento da lei e repudiando a conduta delinquente e ilegal do STF, o Comandante do Exército, General Eduardo Villas Bôas, publicou sua mensagem no twitter, que comentamos nesse artigo aqui, que foi uma recado claro e inequívoco para a suprema corte no sentido de dizer que o comando militar não vai permitir a instalação do caos e da desordem decorrentes da impunidade generalizada chancelada pela instância máxima da justiça.

Essas informações de bastidores mostram que a atuação e as declarações públicas recentes de vários oficiais da reserva das Forças Armadas Brasileiras não são inciativas isoladas. Essas ações e declarações seriam a face visível de uma articulação bem planejada por parte das Forças Armadas.

O objetivo dessa articulação seria o de colocar um freio na delinquência institucional generalizada a que o estamento burocrático, principalmente a suprema corte, está levando o País com a finalidade de atender a uma agenda revolucionária. Uma articulação que sem dúvida encontra amparo e respaldo junto à imensa maioria dos brasileiros, como as maciças manifestações de ontem mostraram. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE