Geraldo Alckmin Suspeito de Improbidade Administrativa

O provável candidato tucano à presidência da república nas eleições desse ano, Geraldo Alckmin, vai ser investigado pelo Ministério Público de São Paulo por suspeita de recebimento de propinas da Odebrecht. Se comprovada sua culpabilidade, o líder tucano poderá ter seus direitos políticos suspensos e ficar inelegível. O ex-governador paulista Geraldo Alckmin é até o presente momento o segundo concorrente mais forte à presidência da república. O primeiro continua sendo Jair Bolsonaro.

A força do ex-governador advém da máquina partidária tucana que governa o estado mais rico da federação há cerca de duas décadas. No entanto, o poder dessa máquina eleitoral pode não ser suficiente para fazer frente à direita no embate eleitoral. Além da investigação aberta agora pelo MP de São Paulo, a imagem dos tucanos vem se esfarelando com as investigações contra Aécio Neves, que é hoje réu no STF, e com a defesa persistente que Fernando Henrique Cardoso sempre fez dos petistas, incluindo o hoje presidiário Lula. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE