Ônibus do Movimento Direita São Paulo Apedrejado por Delinquentes Esquerdistas

Um ônibus com os integrantes do Movimento Direita São Paulo foi apedrejado por delinquentes esquerdistas na tarde desse quinta-feira em Guarulhos, após o encerramento de uma audiência pública na Câmara Municipal da cidade onde foi debatido o projeto de lei do Escola Sem Partido.

O ataque foi um ato covarde e criminoso, perpetrado por delinquentes associados a partidos de esquerda que querem continuar fazendo da escola um espaço de doutrinação ideológica comunista. O ato criminoso foi registrado e descrito pelos próprios ativistas do Direita São Paulo, como mostra o áudio abaixo de Douglas Garcia, que foi enviado para um dos coordenadores do Direita São Paulo descrevendo a situação.

 

A agressão física promovida pelos delinquentes esquerdistas poderia ter tido consequências sérias, pois houve risco real de ferimentos aos ativistas agredidos. Entre os delinquentes agressores esquerdistas estavam membros de um sindicato de um setor totalmente alheio à área educacional.

No momento da agressão, os ativistas do Direita São Paulo tiveram a grandeza de proteger quatro integrantes do MBL que estavam participando da audiência e que corriam o risco de também serem agredidos. Esses quatro integrantes do grupo libertário foram colocados dentro do ônibus do Direita São Paulo.

A mesma grandeza de caráter não foi observada por parte do MBL, grupo libertário ligado à classe política e que possivelmente irá associar-se ao PMDB nas eleições desse ano, e que tem adotado a prática de sequestrar retoricamente algumas pautas da direita conservadora.

O grupo descreveu o episódio em um de seus jornais oficiosos, o Diário Nacional, apresentando uma versão que não corresponde à verdade dos fatos: o grupo não menciona a atitude correta tomada pelo Direita São Paulo de proteger seus únicos quatro integrantes que participaram da audiência, e ainda apresenta uma narrativa mentirosa dando a entender que teria sido o MBL o protagonista do enfrentamento político com os esquerdistas na defesa do Escola Sem Partido. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

Comente com seu perfil do facebook: