Percepção do Mercado: Jair Bolsonaro Como Âncora Econômica

A pesquisa que está sendo divulgada hoje nos veículos da grande imprensada realizada pela XP Investimentos junto a investidores a respeito das eleições desse ano mostra alguns resultados previsíveis, e traz uma informação relevante que merece ser destacada:

a) O tucano Geraldo Alckmin continua sendo um nome com grande aceitação junto aos investidores, que parecem ignorar o viés esquerdista e estatizante do programa tucano. Essa aceitação esbarra no fato objetivo da sua enorme dificuldade de viabilizar-se eleitoralmente e até mesmo sua incapacidade de unificar politicamente seu partido.

b) A maior ameaça à economia do país continua sendo Ciro Gomes. O candidato dos comunistas, e que possivelmente irá unificar toda a esquerda revolucionária em torno de seu nome, já deixou claro o viés estatizante, socialista e anti-reformas de sua plataforma eleitoral.

c) Jair Bolsonaro, por sua vez, vem se consolidando como a âncora de estabilidade para a economia, à medida em que tem reforçado com ênfase seu compromisso com um programa econômico liberal que inclui a redução da máquina do estado, corte e redução de impostos,  o incentivo ao mercado por meio de desregulamentações, e redução da interferência do Estado na economia.

No campo governista, a pesquisa da XP Investimentos detectou que as medidas recentes do governo no mercado de combustíveis, que incluíram controle e tabelamento de preços, além de reserva de mercado, medidas típicas da Era Sarney, sinalizaram da pior forma possível para a economia nacional como um todo e, em termos políticos, irão impactar negativamente para qualquer candidato explicitamente associado ao campo governista. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

Comente com seu perfil do facebook: