Audiência de Custódia do Terrorista Que Atentou Matar Jair Bolsonaro

O criminoso e terrorista que tentou tirar a vida de Jair Bolsonaro foi enquadrado na Lei de Segurança Nacional por ter assumido que cometeu crime por motivação política e, supostamente, religiosa. No local em que o criminoso estava hospedado em Juiz de Fora-MG, a polícia encontrou dois celulares e um laptop. A hospedagem foi paga com dinheiro vivo. 

Um vídeo divulgado ainda ontem mostra a participação de outros dois criminosos no momento do atentado, o que joga por terra e no lixo a tese esdrúxula e descabida de que o criminoso seria um lobo solitário com problemas mentais que teria agido sozinho.

Esses fatores, bem como a repercussão nacional e internacional do crime, influenciaram na decisão tomada pela justiça local de Juiz de Fora-MG que, em audiência de custódia no final da tarde dessa sexta, decidiu pela continuidade da prisão preventiva do criminoso e terrorista Adélio Bispo de Oliveira. #CriticaNacional #RealNews #TrueNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário