Fernando Haddad Incentiva Ações do MTST de Guilherme Boulos

Em evento de campanha essa semana, o poste nacional e porta-voz do presidiário petista incentivou o invasor de propriedades e promotor de atos de vandalismo e de violência nas ruas, Guilherme Boulos, a realizar mais ações dessa natureza em um hipotético, e altamente improvável, novo governo petista.

Fernando Haddad afirmou que se for eleito Guilherme Boulos deve ir para as ruas protestar, o que no caso do chefe da milícia do MTST significa invadir propriedades, cercear o direito de ir e vir nas vias públicas e promover atos de vandalismo, como é típico da milícia chefiada pelo ex-candidato presidencial psolista.

A fala de Fernando Haddad é um indicador de que um hipotético, e totalmente improvável, novo governo petista seria marcado pelo caos social provocado e estimulado por seus aliados radicais, pela instabilidade política e completa ingovernabilidade por conta da composição do novo Congresso Nacional, e pela derrocada econômica do País.

Um hipotético novo governo petista seria a venezuelização acelerada do Brasil, e o próprio poste nacional petista fornece pistas claras nesse sentido. E justamente por conta desse risco real, os petistas e sua caterva de aliados jamais vencerão essas eleições. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

Comente com seu perfil do facebook: