por paulo eneas
Prosseguindo com sua determinação de divulgar mentiras e fake news e de enganar seus leitores, a Folha de São Paulo publicou nessa terça-feira mais uma mentira: a de que o Governo da Colômbia teria sugerido ao presidente eleito Jair Bolsonaro que ambos os países promovessem uma intervenção militar para derrubar a ditadura narco-comunista da Venezuela. 
O governo colombiano desmentiu a fake news da Folha de São Paulo em comunicado oficial em vídeo, que pode ser visto abaixo. 

O regime de ditadura narco-comunista da Venezuela, que mantém estreitos ligações com o crime organizado e com grupos terroristas muçulmanos e que conta com o apoio e a simpatia da redação da Folha de São Paulo, precisa chegar ao fim, pois além de trazer miséria e sofrimento ao povo venezuelano, constitui-se em uma ameaça geopolítica à estabilidade e à paz na continente latino-americano.

O fim da ditadura comunista venezuelana deverá resultar de um conjunto de ações políticas e diplomáticas, nas quais o governo brasileiro seguramente desempenhará um papel de protagonista. Uma hipotética ação militar, se ocorrer, será na forma de uma Missão de Paz com reconhecimento e legitimidade internacional, como já antecipou o vice-presidente eleito General Hamilton Mourão.

O Brasil, sob o governo de Jair Bolsonaro, jamais irá levar a guerra a algum país vizinho, mas sim usar de seu peso geopolítico e seu poderio militar para promover a paz. No caso da Venezuela, cabe ao Brasil para ajudar o povo daquele país a restabelecer a democracia e a liberdade. Democracia e liberdade que foram roubadas do povo venezuelano por um regime bolivariano apoiado pelos petistas e por toda a escória esquerdista brasileira, incluindo o jornal Folha de São Paulo.

Ao publicar a mentira a respeito de uma suposta intervenção militar conjunta do Brasil e da Colômbia contra a ditadura venezuelana, a Folha de São Paulo mostra que seu jornalismo mentiroso e leviano e ideologicamente motivado à esquerda não encontra limites para a disseminação de mentiras e para o desrespeito e desprezo com que trata seus próprios leitores.

Ao publicar essa mentira, o jornal procura sub-repticiamente reafirmar a defesa que ele sempre fez da ditadura comunista venezuelana. Ainda que para fazer essa defesa de um regime comunista e genocida o jornal lance mão da incitação a um conflito bélico continental. Mais do que mentiroso, o jornalismo da Folha de São Paulo é leviano e irresponsável. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário