por paulo eneas
A defesa do chefe criminoso e presidiário petista entrou com novo recurso junto ao STF pedindo sua soltura e a anulação da sentença condenatória que lhe foi aplicada pelo juiz federal Sergio Moro, e posteriormente confirmada pelas instâncias superiores colegiadas da justiça.

O recurso apresentado não é um habeas corpus, como vem sendo afirmado erroneamente na redes sociais. O recurso é um pedido descabido que deverá ser rejeitado de pronto pela segunda turma do STF, pelo simples fato de que o criminoso petista não possui foro privilegiado.

Por não ter foro privilegiado, a apresentação de recursos dessa natureza constitui-se em atropelo de instâncias inferiores da justiça, uma vez que o STF somente poderá manifestar-se sobre o caso do presidiário petista após o julgamento dos recursos já apresentados ao TRF-4 e ao STJ.

Portanto, além de ser manifestamente improcedente, o recurso apresentado constitui-se em mais uma das inúmeras chicanas da defesa do petista, e deverá ser rejeitado de pronto pela segunda turma. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário