Governo Bolsonaro: Brasil Ficará Fora do Pacto Global de Migração da ONU

O futuro chanceler Ernesto Araújo comunicou nesta segunda-feira em mensagem pelo twitter que o Brasil não irá fazer parte do Pacto Global de Migração da ONU. Ernesto Araújo afirmou, corretamente, que a imigração não deve ser abordada como uma questão global, mas sim de acordo com a realidade e soberania de cada país.

A posição do futuro Governo Bolsonaro expressa nas palavras do ministro representa uma ruptura positiva com décadas de uma política externa esquerdista de alinhamento automático do Brasil às diretrizes globalistas e anti-soberanistas da ONU.

O Pacto Global de Migração da ONU, que será aprovado em conferência no Marrocos essa semana, é o mais violento ataque às soberanias nacionais já perpetrado pelos globalistas e comunistas que comandam a ONU, conforme mostramos no artigo Pacto Global Da ONU Para Migração: Um Ataque Às Soberanias Nacionais, publicado semana passada. Publicado originalmente em 11/12/2018. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

Comente com seu perfil do facebook:
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE