Brasil Ficará Fora do Pacto de Imigração da ONU

Conforme havíamos antecipado em nota publicada no início de dezembro passado, e que pode ser vista nesse link aqui, o Presidente Jair Bolsonaro decidiu que o Brasil ficará fora do Pacto Global de Imigração da ONU.

O pacto foi assinado no início de dezembro em uma Conferência da ONU realizada no Marrocos, e representa a mais agressiva iniciativa empreendida pelos globalistas contra a soberania dos países, conforme descrevemos no artigo Pacto Global Da ONU Para Migração: Um Ataque Às Soberanias Nacionais, publicado em novembro passado.

O Brasil havia aderido ao pacto por decisão do governo anterior, mas como a adesão não havia sido ainda ratificada pelo Congresso Nacional, o Presidente da República pode ele mesmo decidir pelo cancelamento da adesão, sem precisar submeter essa decisão ao Poder Legislativo.

A decisão acertada e correta de Jair Bolsonaro de não aderir a esse engodo globalista foi pautada pelo princípio da defesa da soberania nacional: cabe ao País decidir soberanamente sobre sua política imigratória, e não submeter-se a imposições estrangeiras.

Resta agora ao novo governo propor ao Congresso Nacional a revogação da nova lei de imigração, inspirada nas mesmas motivações globalistas e antinacionais que levaram à formulação do Pacto Global para Imigração da ONU. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews



Comente com seu perfil do facebook:
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE