A Mentira de Gustavo Bebianno: Não É Lavação de Roupa Suja Nem Crise de Governo

A grande imprensa está querendo dar conotação de crise política no governo a confirmação por parte de Carlos Bolsonaro de que o ministro Gustavo Bebianno mentiu ao afirmar ontem ao jornal O Globo que teria conversado três vezes com o presidente Jair Bolsonaro a respeito da denúncia de irregularidades financeiras na campanha do PSL em Pernambuco.

O Antagonista, acostumado que está anunciar incêndio na floresta, chegou a afirmar que o dia de hoje transformou-se num dia de crise política por causa da investida pública de Carlos Bolsonaro contra Gustavo Bebianno. Chegou-se também a condenar a atitude de Carlos Bolsonaro, sob o argumento de que se trata de uma lavação de roupa suja, que deveria ser feita reservadamente.

Em primeiro lugar não existe investida pública do filho do presidente contra o ministro. Se alguém fez uma investida pública contra algo, foi Gustavo Bebianno que investiu em público contra a verdade, ao inventar uma conversa que nunca existiu com o presidente, a respeito de um tema que é responsabilidade exclusiva dele, que era presidente interino do PSL no período de campanha eleitoral.

Dizer que o assunto é lavação de roupa suja em público chega a ser um argumento pueril, para tentar blindar e proteger alguém que é indefensável: Gustavo Bebianno, um ministro de pasta esvaziada, sem qualquer prestígio no governo e no partido, e que muito possivelmente será demitido nas próximas horas.

Não existe, portanto, crise política no governo e nem lavação de roupa suja em público. Existe um ministro medíocre que está para ser demitido e que precisará, ele, explicar à justiça eleitoral de Pernambuco as denúncias de irregularidades da época em que ele presidia o partido. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário