Venezuela: Tensão na Fronteira Colombiana & Expectativa de Entrevista Coletiva

A tensão agravou-se na manhã desse sábado na fronteira da Venezuela com a Colômbia. Do lado venezuelano, na cidade de Ureña, a forças de repressão do regime de ditadura de Nicolas Maduro reprimiram venezuelanos que protestavam no local e que tentavam atravessar a fronteira para a Colômbia para receber ajuda humanitária.

Do lado colombiano da fronteira, na cidade de Cúcuta, estão reunidos os presidentes da Colômbia, Chile e Paraguai, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo e o representante da OEA, além do presidente interino venezuelano Juan Guaidó. A entrega da ajuda humanitária para os venezuelanos estava prevista para iniciar-se hoje ao meio-dia, horário de Brasília.

Não existe nesse momento certeza de que a ajuda poderá ser entregue, pois o ditador Nicolas Maduro transformou a Venezuela numa gigantesca prisão, fechando as fronteiras com o Brasil e Colômbia e mantendo seu povo já faminto encarcerado e impedido de receber ajuda humanitária.

Uma entrevista coletiva de Juan Guaidó acompanhado das autoridades estrangeiras reunidas em Cúcuta está prevista para ter início a qualquer momento. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário