por paulo eneas
Um crime de proporções bárbaras aconteceu hoje em uma escola do município de Suzano-SP, e resultou na morte até agora de dez pessoas, incluindo crianças. Dois ex-alunos invadiram a escola encapuzados e começaram a disparar, atingindo alunos e funcionários. Não havia na escola, como não há em nenhum estabelecimento de ensino no País, pessoas de bem armadas que pudessem neutralizar os criminosos para salvar a das vítimas.

A ação criminosa teve as características de um atentado suicida: após o massacre, os criminosos se mataram. Eles estavam usando trajes escuros, máscaras, balaclavas e portavam bombas caseiras. Os tiros foram disparados nas cabeças das vítimas, com a intenção deliberada de matar. Todo a ação criminosa e a matança transcorreu durante aproximadamente uma hora, quando os criminosos então suicidaram-se.

Informações ainda não confirmadas dão conta de que ambos seriam egressos da Fundação Casa, instituição que cuida de criminosos menores de dezoito anos, chamados eufemisticamente de menores infratores. A polícia já identificou os autores do crime: Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Junto a eles foram encontrados um arco lançador e coquetéis molotov, além de outro artefato explosivo caseiro.

O atentado terrorista de hoje guarda semelhança com crime ocorrido em 2011 em Realengo-RJ, quando um assassino invadiu uma escola e matou onze crianças. Tanto num caso como em outro, as mesmas condições prevaleceram: não havia no local pessoas adultas de bem legalmente armadas e treinadas que pudessem intervir e neutralizar os criminosos até a chegada da polícia. Daqui a pouco traremos mais informações. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

Comente com seu perfil do facebook:
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE