Atentado Terrorista em Suzano: Proselitismo & Cinismo da Imprensa

Não bastasse as lideranças políticas da esquerda terem começado a dançar sobre os mortos do atentado de Suzano, usando a tragédia para justificar o desarmamento da população, a grande imprensa também usou de cinismo para acusar os defensores do legítimo direita de defesa e do acesso legal a armas de estarem fazendo proselitismo.

Chamar de proselitismo a constatação óbvia e empírica de que tragédias como a de Suzano somente ocorrem nessa escala porque as vítimas adultas sempre estão desarmadas e, portanto, sem possibilidade de exercerem o sagrado direito de legítima defesa da própria vida, é o cúmulo da desonestidade intelectual, cada vez mais comum e corriqueiro na grande imprensa.

A tragédia de Suzano não ocorreu por que as pessoas de bem passaram a ter mais acesso a armas, como disse de maneira mentirosa um jornal estrangeiro ao comentar o atentado. A tragédia ocorreu por que pessoas de bem são proibidas, por conta do Estatuto do Desarmamento imposto pela esquerda, de terem acesso legal a armas.

Esse estatuto precisa ser revogado, para devolver aos cidadãos de bem o direito inalienável de defender a própria vida e a de seus entes próximos. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

Atentado em Escola de Suzano: Dez Mortos Incluindo Crianças

Comente com seu perfil do facebook:
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE