por angelica ca
Durante reunião com Fabiana Rosales, esposa do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reafirmou o apoio do país ao chefe de governo interino venezuelano, e disse aos jornalistas que a “Rússia tem que sair da Venezuela”.

O alerta do presidente norte-americano vem logo após o desembarque de dois aviões da força aérea russa no principal aeroporto da Venezuela com quase cem soldados, numa clara demonstração de afronta aos Estados Unidos e de apoio ao ditador Nicolas Maduro por parte dos russos.

A Rússia vem sendo alertada repetidamente pelas autoridades norte-americanas sobre esta intervenção na Venezuela. O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, classificou como “provocação desnecessária” o desembarque dos militares russos em solo venezuelano.

Mike Pence afirmou ainda que vem solicitando que a Rússia retire seu apoio ao ditador Maduro e se coloque ao lado de Juan Guaidó. John Bolton, Conselheiro de Segurança Nacional, publicou em twitter oficial segunda-feira, que os “Estados Unidos não tolerarão forças militares estrangeiras hostis se intrometendo com os objetivos comuns de democracia, segurança e o estado de direito do mundo ocidental”. Edição de texto de Paulo Eneas. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE