Presidente Bolsonaro & As Manifestações de 26/05: Um Paralelo Com Donald Trump

 

por paulo eneas
Conforme esperado, o programa Os Pingos Nos Is da Rádio Jovem Pan levado ao ar nessa segunda-feira (20/05) posicionou-se contra as manifestações marcadas para o próximo domingo, 26 de Maio. O programa partiu da premissa falsa de que o presidente Bolsonaro estaria convocando a população para colocá-la “contra o Congresso Nacional”, e portanto contra as instituições, o que seria atentatório à democracia.

Trata-se do mesmo argumento falacioso usado pelo MBL, que prossegue espalhando a mentira de que estas manifestações seriam antidemocráticas e de viés autoritário, e que se destinariam a promover a uma suposta “invasão” do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.

Em primeiro lugar, as manifestações não estão sendo convocadas pelo Presidente Bolsonaro, e desafiamos os editores do programa Os Pingos Nos Is a apontar alguma fala do presidente fazendo esse tipo de convocação.

O que existe, e está mostrado no segmento de vídeo mostrado ao final do artigo, é uma menção que o presidente fez a estas manifestações espontâneas, para mostrar que a população espera e exige agilidade do Congresso Nacional para apreciar e votar as propostas enviadas pelo governo.

O que o presidente sempre afirmou e afirma é esperar contar com o apoio democrático e espontâneo da população para levar adiante seu programa de governo aprovado nas urnas. Um programa que promove o resgaste da civilização brasileira, que combate privilégios e corrupção e que por isso mesmo atenta contra os interesses daquela ínfima minoria que sempre beneficiou-se das mazelas que atingem a maioria do povo brasileiro.

A natureza das manifestações
As Manifestações de 26/05 estão sendo convocadas espontaneamente por cidadãos que apoiaram e apoiam o programa de governo do Presidente Bolsonaro. São manifestações legítimas e democráticas, tão legítimas e democráticas quanto aquelas que, quando pacíficas e ordeiras, são realizadas pelas forças políticas minoritárias que se opõem ao presidente e que encontram na grande imprensa respaldo para suas narrativas.

Condenar manifestações pacíficas de apoio a um governante legitimamente eleito e que conta com amplo respaldo popular, sob pretexto de que tais manifestações agridem a democracia, é argumento cínico usado por quem considera democrático e justo apenas aquilo com o quê se concorda.

Esse argumento, além de cínico, é tolo, pois ignora o fato de que na maior e mais sólida democracia do mundo, os Estados Unidos, o próprio presidente Donald Trump participa quase semanalmente de gigantescas manifestações populares em apoio ao seu governo. Um governo que enfrenta desafios e boicotes da grande imprensa e do establishment político que são da mesma natureza, guardadas as diferenças óbvias, daqueles enfrentados pelo Presidente Bolsonaro com a classe política e o estamento burocrático brasileiro.

Ninguém com um mínimo de honestidade intelectual poderá afirmar que existe algum risco para a democracia americana devido ao fato de os americanos irem às ruas em manifestações pacíficas de apoio ao presidente deles, Donald Trump. No entanto, o cinismo e a mediocridade da grande imprensa tupiniquim conseguem enxergar risco à democracia brasileira no fato de os brasileiros irem às ruas em manifestações pacíficas de apoio ao presidente nosso, Jair Bolsonaro.

Nota: a foto que ilustra esse artigo é de um comício realizado em 28 de março desse ano em Grand Rapids, Estado de Michigan, nos Estados Unidos, em apoio a Donald Trump. O próprio presidente norte-americano participou do comício, assim com tem participado de inúmeros outros, desde o início de seu mandato. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

LEIA TAMBÉM:

A Natureza das Manifestações de 26/05

Os Conservadores & As Ideologias no Governo Bolsonaro



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário