Hungria: Governo Incentiva Mulheres a Terem Filhos e Restringe Imigração Islâmica

 

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, apresentou o projeto de orçamento da Hungria para 2020, o Plano de Ação de Proteção à Família, também chamado de orçamento das famílias.

O novo plano de orçamento, busca priorizar a segurança interna e externa do país, além de introduzir medidas que visem aumentar o financiamento para as famílias húngaras incentivando-as a terem mais filhos e “deter o declínio demográfico da Hungria usando medidas de apoio familiar” conforme disse o porta-voz do partido Fidesz, do primeiro-ministro Viktor Orban.

Viktor Orban entende que o país precisa de crianças húngaras e é contrário à imigração como método de substituição da população devido ao declínio populacional e da mão-de-obra. Recentemente ele afirmou que em toda a Europa existem cada vez menos crianças e que a resposta do Ocidente para isso tem sido a imigração.

Disse ele: “querem que entrem tantos imigrantes quanto as crianças que estão em falta, para que os números equilibrem. Nós, húngaros, temos uma maneira diferente de pensar. Não precisamos de números. Queremos crianças húngaras”.

Para tanto, o governo húngaro isenta as mulheres com quatro ou mais filhos do pagamento de impostos sobre o rendimento, além de outras medidas que visem o apoio familiar, como bolsas de estudos e outros incentivos que visam reverter o declínio populacional. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário