Presidente Bolsonaro Prestigia Ministro Sérgio Moro

1038 Sergiomoro E Bolsonaro


por paulo eneas
Um dia depois da ação criminosa de espionagem internacional que tornou públicas conversas privadas entre procuradores da Lava Jato e o então juiz Sergio Moro com o procurador Deltan Dallagnol, o Presidente Bolsonaro tomou iniciativas ontem (11/06) de dar demonstrações de prestígio ao Ministro Sergio Moro.

Após recebê-lo no Palácio da Alvorada, o Presidente Bolsonaro seguiu com o ministro para evento de solenidade da Marinha do Brasil, realizado em celebração aos 154 anos da Batalha Naval do Riachuelo. Sergio Moro e outros dez ministros foram condecorados com a Ordem do Mérito Naval, uma honraria militar concedida também a civis segundo critérios de merecimento.

A ação criminosa de espionagem contra a Lava Jato e contra o ministro Sergio Moro tem levado a esquerdas e seus aliados no segmento corrupto da classe política a mostrar suas disposição de promover uma inversão de valores. Vítima do crime de espionagem, juntamente com os procuradores cujos celulares foram hackeados, Sergio Moro está sendo tratado pelas esquerdas e por quase toda a grande imprensa como se fosse culpado do cometimento de algum crime.

A prova dessa inversão de valores é a tentativa de abrir uma CPI para “investigar” a Lava Jato. Outra evidência é o pedido feito pelos principais partidos de esquerda – PT, PCdoB, PPS, PDT e PSOL – para que o Estado brasileiro venha dar garantias plenas a Glenn Greenwald, o agente político comunista estrangeiro que atua em território nacional contra o governo brasileiro e que deveria no mínimo, ao nosso ver, responder por crime contra a segurança nacional.

Os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal afirmaram que não existe possibilidade de abertura de tal CPI. Por sua vez, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann, afirmou que o ministro Sergio Moro poderá comparecer espontaneamente à Câmara dos Deputados ou ao Senado Federal para falar da ação criminosa de espionagem internacional da qual foi vítima, sem precisar ser convocado.

A mais ousada e violenta ação perpetrada pelas esquerdas e seus aliados do segmento corrupto da classe política contra a Lava Jato, e por extensão contra o Governo Bolsonaro, parece que irá produzir efeito contrário: o Ministro Sergio Moro sairá mais fortalecido, o apoio já existente na população à Operação Lava Jato tenderá a crescer, e a esquerda e seus aliados corruptos irão outra vez revelar aquilo que de fato são: os verdadeiros inimigos da Nação. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

LEIA TAMBÉM:
Lava Jato Sob Ataque: Ação Ilegal de Espionagem


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário