Sobre Manifestações de Rua & Intervenção Militar

Sobre Manifestações de Rua & Intervenção Militar


por paulo eneas
É possível observar que o debate político nas redes nos últimos dias aparentemente passou a ser pautado por uma ação dissimulada de intervencionistas que, ao longo desses anos, mostraram-se capazes de reunir no máximo algumas dezenas de pessoas para manifestações pífias em frente a quarteis. Esses intervencionistas hoje defendem uma intervenção militar constitucional nos termos do Art 142 da Constituição Federal.

A ação dissimulada consiste na narrativa mentirosa segunda a qual Jair Bolsonaro não estaria governando, por conta do Congresso Nacional e do STF, como se houvesse uma sucessão de derrotas acachapantes no parlamento e no supremo que estivessem inviabilizando o governo. Trata-se de uma narrativa que, além de falsa, confunde o embate que já esperávamos ter com o establishment político com uma suposta paralisia do Governo Bolsonaro.

Observa-se também que essa narrativa começou a impor-se e ganhar respaldo junto a apoiadores e ativistas desavisados logo após as mudanças recentes que o Presidente Bolsonaro promoveu na Secretaria de Governo, nos Correios e na Funai.

Em um movimento brusco semelhante a um duplo twist carpado, as manifestações pacíficas de verde e amarelo que levaram milhões às ruas nos últimos anos e que criaram o ambiente politico-cultural para a vitória de Jair Bolsonaro, de repente passaram a ser desprezadas.

Essas manifestações, que antes fizeram história, passaram agora a ser chamadas de micaretas e festas, mesmos termos usados por petistas, pelos arautos da solução pelo Art 142, que no ano passado vaticinavam que jamais venceríamos as eleições devido a fraudes nas urnas eletrônicas.

Esses arautos agora relevam-se valentes o bastante para brincar de Winter And Fire Tupiniquim, e parece não se darem conta de que o máximo que conseguirão é fornecer mais elementos para as narrativas mentirosas que a grande imprensa cria diariamente em relação ao Governo Bolsonaro. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

LEIA TAMBÉM:

Sobre Intervenção Militar Constitucional Via Artigo 142


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário