Cúpula do G20: O Encontro do Presidente Bolsonaro com Donald Trump


por paulo eneas
O presidente Jair Bolsonaro reuniu-se nesta sexta-feira (28/06) com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em um encontro bilateral durante a Cúpula do G20, que está sendo realizada em Osaka, Japão.

Durante encontro entre os dois líderes foram tratadas questões sobre o livre comércio, buscando fortalecer as trocas comerciais entre os dois países. A reunião também retomou pautas que haviam sido tratadas durante a visita do Presidente Bolsonaro a Washington em março desse ano.

O presidente brasileiro afirmou em seu twitter que o Brasil e os Estados Unidos trabalhando juntos “podem ter impacto muito positivo no mundo”. Por sua vez, Donald Trump fez elogios ao presidente Jair Bolsonaro, afirmando ser o presidente brasileiro um homem especial, que está indo bem, e que é muito amado pelo povo do Brasil.

O Presidente Bolsonaro convidou Donald Trump para fazer uma visita oficial ao Brasil antes das eleições de 2020. O presidente americano respondeu que está entusiasmado em vir, afirmando:

Vocês têm riquezas que alguns países nem conseguem imaginar. É um tremendo país, com uma população tremenda, então estou entusiasmado para ir

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou uma mensagem em seu perfil no facebook sobre o encontro entre os dois presidentes. O deputado afirmou que “esta é uma política de aproximação com efeitos concretos, que vai muito além de uma mera fala de this is the man feita por líderes sorridentes dos Estados Unidos e Brasil, mas que no passado mantinham, ambos, uma política anti-americana e de flerte com países comunistas e socialistas como Venezuela e Cuba.

Eduardo Bolsonaro referia-se ao encontro de anos atrás entre os então presidentes socialistas Barack Obama e Lula, quando o americano referiu-se ao brasileiro afirmando “esse é o cara”. O que o suposto queniano socialista pró-islâmico e anti-americano e discípulo de Saul Alinsky possivelmente não imaginava é que “o cara” iria parar na cadeia por crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro.

Durante o encontro os dois presidentes falaram também sobre a situação na Venezuela, tema que tem sido constante nos contatos formais entre as equipes dos dois governantes. Tanto o governo americano quanto o brasileiro classificam o regime venezuelano como sendo um ditadura e entendem que a manutenção e continuidade desse regime representa um risco á segurança e estabilidade geopolítica nas Américas.

A guerra comercial com a China e a entrada do Brasil para a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) também constou da pauta do encontro entre os dois presidentes. O ingresso na OCDE colocará o Brasil no grupo que reúne as maiores economias do mundo, e vai representar uma das grandes conquistas da diplomacia comercial brasileira sob o Governo Brasileiro.

Colaboração Angelica Ca. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário