MBL Agride Manifestantes na Paulista & Planta Narrativa Mentirosa na Imprensa

MBL Agride Manifestantes na Paulista & Planta Narrativa Mentirosa na Imprensa


por paulo eneas
Integrantes do MBL agrediram fisicamente membros do Grupo Direita São Paulo durante a manifestação desse domingo (30/06) na Avenida Paulista. A agressão ocorreu no momento em que membros do Direita São Paulo passaram em frente ao caminhão de som do MBL, que curiosamente não estava identificado com faixas ou bandeiras que indicassem tratar-se do caminhão do grupo, com cartazes de cartolina fazendo críticas ao grupo.

Conforme mostra o vídeo mais abaixo, incapazes de aceitar as críticas políticas que receberam, os integrantes do MBL agrediram fisicamente os membros do Direita São Paulo e tomaram seus cartazes à força. Em meio ao tumulto que se formou, a Polícia Militar entrou em cena para conter os agressores do MBL, muitos deles com porte físico e características de seguranças privados, e para proteger os ativistas do Direita São Paulo que estavam sendo agredidos.

Logo após a agressão perpetrada pelos integrantes e seguranças privados do MBL, o vereador Fernando Holiday publicou uma nota mentirosa em seu facebook, que pode ser lida nesse link aqui, afirmando que o MBL havia sido agredido por integrantes do Direita São Paulo, que seriam assessores de um deputado do PSL, que mulheres e crianças também haviam sofrido agressões, e que ao fim os supostos agressores teriam sido detidos pela polícia.

Narrativa mentirosa e apoio de Maria do Rosário
A nota do vereador paulistano é uma mentira do começo ao fim, uma vez que inverte os papeis de agressores e agredidos e fala de uma detenção que não houve, além de não haver registro de crianças no exato momento da agressão perpetrada, conforme o vídeo abaixo mostra claramente, pelos seguranças do MBL.

A narrativa mentirosa do MBL ganhou o endosso da grande imprensa, que passou a divulgar essa versão sem apurar devidamente os fatos, e sem ouvir as únicas pessoas que realmente sofreram agressões: os membros do Direita São Paulo. A única exceção, até o presente momento, é a rádio Jovem Pan que aceitou, após muita pressão, ouvir na próxima quarta-feira os membros do Direita São Paulo.

Para coroar a sucessão de eventos, a deputada comunista Maria do Rosário (PT-RS) publicou mensagem em seu twitter, que pode ser vista nesse link aqui, expressando seu apoio ao MBL e endossando a narrativa mentirosa criada criada pelo grupo. O blog petista Brasil 247 também publicou nota em apoio ao MBL, indicando assim que a mentira plantada pelo grupo na grande imprensa atendeu aos interesses dos comunistas e da esquerda em geral.

Os conservadores não podem mais aceitar o MBL em suas manifestações
Mais do que um incidente isolado, o episódio de violência perpetrada pelos seguranças privados e integrantes do MBL contra ativistas conservadores e de direita, bem como a facilidade com que o grupo planta notícias falsas na grande imprensa, evidencia que chegou o momento de os conservadores deixarem claro que a presença do MBL nas manifestações de apoio ao Presidente Bolsonaro não é bem-vinda.

A presença do MBL não só não é bem-vinda, como é desnecessária. Pois as manifestações desse domingo (30/06) tiveram um público ligeiramente menor do que aquelas do dia 26/05, as quais foram boicotadas e caluniadas pelo MBL, o que indica que a presença do grupo não apenas não agrega, como afasta o interesse e a disposição das pessoas em irem às ruas se manifestar.

Além disso, as pessoas têm ido às ruas espontaneamente com a clara intenção de apoiar o Governo Bolsonaro e suas pautas conservadoras. O MBL, por sua vez, limita-se a apoiar propostas econômicas específicas do governo, como a da Nova Previdência, deixando claro aos seus seguidores que o grupo é hostil ao governo: existem vídeos do MBL falando em necessidade de renúncia do Presidente Bolsonaro e há poucas semanas o deputado federal Kim Kataguiri defendeu claramente a proposta de parlamentarismo branco.

Nesse sentido, entendemos ser mais razoável que o MBL organize suas manifestações próprias e não persista na prática, que já vem adotando há anos, de sequestrar para si mobilizações e pautas da direita com o objetivo de tirar vantagem política-eleitoral.

Essa prática pode ter gerado resultados eleitorais e de mídia positivos para o MBL até recentemente, mas o amadurecimento político do segmento informado da sociedade brasileira não irá mais tolerar essa conduta. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário