por paulo eneas
O site The Intercept deu prosseguimento a seu crime continuado que vem praticando desde quando começou a divulgar conteúdo roubado sob a forma de mensagens privadas atribuídas ao então juiz Sérgio Moro e aos procuradores que atuam na Operação Lava Jato.

Nessa terça-feira (09/07), o site do agente político comunista Glenn Greenwald divulgou um áudio atribuído ao procurador Deltan Dallagnol no qual ele comenta decisão do ministro Luiz Fux do STF de indeferir pedido de autorização para entrevista de Lula que seria feita no ano passado.

Não existe nada de relevante no áudio, uma vez que comentário do procurador está em linha com o posicionamento do Ministério Público Federal que, consultado conforme determina a Lei de Execução Penal, manifestou-se contra o deferimento da autorização para a entrevista.

Portanto, cabe perguntar porque o The Intercept iria divulgar um áudio no qual, mesmo com máximo esforço de narrativa enviesada, não há elemento algum que sirva ao propósito de Glenn Greenwald e seus associados do PSOL: comprometer a Lava Jato. Ao nosso ver a resposta só pode ser uma:

Trata-se de um ardil, no qual um primeiro áudio “limpo” é revelado para dar credibilidade à ação de divulgação ilegal promovida pelo site, para então em seguida divulgar um segundo áudio forjado com conteúdo que venha supostamente comprometer a Lava Jato.

Ou seja, trata-se de uma ação planejada com a sofisticação típica dos desinformantes comunistas bem treinados e dotados de uma mentalidade criminosa. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

LEIA TAMBÉM:
O Que Pode Significar a Reunião de Glenn Greenwald Com Quarenta Advogados


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE