Editorial: A Indicação de Eduardo Bolsonaro Para Embaixada Em Washington

Editorial: A Indicação de Eduardo Bolsonaro Para Embaixada Em Washington


por paulo eneas
No vídeo abaixo apresentamos a posição do Crítica Nacional em relação à decisão do Presidente Bolsonaro de indicar o nome do deputado Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil em Washington, Estados Unidos. Deixamos claro, de início, que rechaçamos as alegações de falta de qualificação e preparo do deputado paulista para o cargo.

Pelo contrário, entendemos que Eduardo Bolsonaro atende todos os requisitos para a função, especialmente no que diz respeito ao alinhamento com as diretrizes da política externa brasileira do atual governo, e a confiança plena do presidente para esta missão.

Por outro lado, entendemos que, colocados na balança, os contras pesam mais do que os prós em relação a essa decisão. A primeira evidência disso é que a decisão do Presidente Bolsonaro tem dividido sua base de apoio, ao contrário das decisões até agora tomadas pelo presidente.

Avaliamos que existe o risco real de o Senado decidir impor uma derrota política ao governo, recusando o nome do indicado. Uma eventual decisão dessa natureza traria pouco ônus político para o Senado, mas teria um impacto negativo enorme para o presidente.

Avaliamos também que a intenção do presidente abriu espaço para uma medida de prevenção, por meio de uma PEC apresentada semana passada que propõe tornar obrigatória a escolha de embaixadores dentre os quadros do Itamaraty, o que criaria uma restrição de opções ao presidente no longo prazo.

Na hipótese de aprovação do nome de Eduardo Bolsonaro, a sua renúncia a cerca de dois milhões de votos representaria um prejuízo político enorme para o campo conservador. O seu afastamento da política nacional teria impacto negativo imediato, especialmente na organização do PSL e nas eleições municipais do ano que vem.

Seu afastamento abriria espaço para uma sobrevida dos tucanos na capital paulista, por meio da reinauguração de uma estratégia das tesouras que inevitavelmente iria reduzir o leque de opções do PSL e dos conservadores para a disputa municipal no ano que vem, desperdiçando assim a oportunidade de derrotar o tucanato na maior cidade do país.

Esses pontos estão detalhados e melhor fundamentados no vídeo abaixo, além de considerações adicionais sobre uma decisão que ao nosso ver, ainda que movida por uma elogiável ousadia política, comporta efeitos colaterais que ao fim e ao cabo poderão mostrar-se prejudiciais à direita e aos conservadores. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


LEIA TAMBÉM:
a)  A Indicação de Eduardo Bolsonaro Para Embaixada do Brasil em Washington

b)  Eduardo Bolsonaro Embaixador: Um Prejuízo Político Para Os Conservadores

c)  Olavo de Carvalho Comenta Indicação de Eduardo Bolsonaro para Embaixada



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário