Presidente Bolsonaro Assina Lei Incluindo Autistas No Censo 2020


por clau de luca
Hoje é um dia histórico na vida dos autistas e de suas famílias. O Presidente Bolsonaro sancionou a Lei 13.861/2019 que inclui dados específicos sobre autismo no Censo de 2020 do IBGE. A lei originou-se um projeto da Deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC) que previa com a ementa alterar a Lei 7.853, de 24 de outubro de 1989, para incluir especificidades inerentes ao autismo nos censos demográficos.

A comunidade autista fez uma grande campanha nas redes sociais para que o projeto fosse aprovado no Senado e, conquistando a aprovação pelo legislativo, estava aguardando a sanção presidencial.

Nos últimos dias, houve um intenso debate nas redes quando a presidente do IBGE, Suzana Guerra, veio a público dizer que o mais adequado seria uma pesquisa qualitativa realizada pelo PNAD (Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio) e não quantitativa como o Censo, para um resultado mais eficaz. No entanto, o argumento não convenceu as famílias, que continuaram a campanha pelo autismo no Censo 2020 nas redes sociais e em Brasília.

Atualmente não existem dados oficiais sobre o autismo, o que dificulta a realização de políticas públicas para esse segmento em todas as áreas, principalmente na saúde e educação. Se não fosse incluído o autismo no Censo de 2020, ele somente poderia ser pleiteado daqui a dez anos, data do próximo Censo.

A estimativa é de que existam cerca de 2 milhões de autistas no Brasil. Com a inclusão de questões sobre autismo no Censo de 2020, teremos a certeza do número de brasileiros com esse transtorno do desenvolvimento e onde cada um reside.

A promulgação da lei é uma vitória para as famílias, e um grande feito do governo Bolsonaro que, desde o início, tem a inclusão das pessoas com deficiência como prioridade do seu mandato. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário