O deputado federal Filipe Barros (PSL-PR) entrou com pedido na Procuradoria Geral da República para que esta solicite à justiça federal a prisão do ativista político e agente comunista norte-americano Glenn Greenwald, editor do site The Intercept.

No pedido, o deputado alega a existência de indícios de cometimento de crime por meio do financiamento de ações para obtenção ilegal de dados e mensagens confidenciais que implicariam Glenn Greenwald como co-autor de crimes digitais.

O documento de oito página com a fundamentação jurídica do pedido pode ser acessado nesse link aqui. # Com informações do Renova Mídia #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE