Terroristas Paraguaios Fogem do Brasil e Solicitam Asilo Político no Uruguai

Os três terroristas do Exército do Povo Paraguaio, grupo guerrilheiro marxista, que perderam o status de refugiados políticos no Brasil, fugiram para o Uruguai. Anuncio Martí Méndez, Juan Francisco Arrom Suhurt e Víctor Antonio Colmán Ortega são acusados de praticar sequestros no Paraguai e viviam no Brasil com o status de refugiados políticos, concedido durante o governo Lula.

O Uruguai tornou-se um dos últimos redutos da esquerda na América do Sul e é governado por Tabaré Vásquez do partido Frente Ampla, uma coalização de centro-esquerda. O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, decidiu na semana passada retirar a condição de refugiados dos três paraguaios, conforme publicado no Diário Oficial da União no dia 27 de julho, conforme foi informado pelo Crítica Nacional na semana passada. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

Ministro Sérgio Moro Cancela Status de Refugiado Concedido a Criminosos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE