Ditador Nicolas Maduro Confirma Conversações Com Estados Unidos


por clau de luca
Confirmando declaração anterior do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o ditador venezuelano Nicolas Maduro confirmou contato de membros do seu governo com altos funcionários de Washington. Trump não quis informar se dentre esses estaria Diosdado Cabello, presidente da Assembléia Nacional Constituinte e o segundo homem mais poderoso no regime de ditadura venezuelana.

Oficialmente, os Estados Unidos não reconhecem Nicolas Maduro como presidente venezuelano, mas Juan Guaidó, líder da oposição. O ditador Maduro acusa funcionários da Casa Branca de passar uma imagem supostamente “distorcida” da Venezuela, e com base nisso conspiram e realizam as sanções. Maduro afirma ainda que estaria disposto a dialogar para resolver “esse conflito”.

Por sua vez, Juan Guaidó também mantém diálogo com autoridades americanas nos Estados Unidos  através de seus representantes. Desde maio, o governo da Noruega vinha mediando contatos dos representantes de Guaidó e Maduro. Maduro suspendeu as conversações no último dia 07 de agosto, em razão das últimas sanções impostas pelos Estados Unidos.

Dentre as sanções anunciadas recentemente pelo governo norte-americano estão o bloqueio de todos os ativos venezuelanos nos Estados Unidos, conforme anunciamos em artigo aqui no Crítica Nacional. O governo americano também estabeleceu sanções para qualquer empresa que negocie com o regime de ditadura narco-comunista chefiado por Nicolas Maduro. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário