Presidente Bolsonaro Suspeita que Queimadas na Amazônia Sejam Ações Criminosas

O Presidente da República Jair Bolsonaro afirmou em entrevista nesta quarta-feira (21/08) que suspeita que o aumento repentino das queimadas na região da Amazônia possa ser fruto de ações criminosas em represália ao corte de repasses do Fundo Amazônia para ONGs e à suspensão de verbas enviadas pelos países doadores do Fundo, tais como Noruega e Alemanha. O presidente afirmou:

O crime existe e temos que fazer com que esse crime não aumente. Mas nós tiramos dinheiro de ONGs, repasses de fora, dos quais 40% iam para ONGs, não tem mais, acabamos com repasses de órgãos públicos para ONGs de modo que esse pessoal está sentindo a falta do dinheiro. Então, pode estar havendo ação criminosa desses “ongueiros” para chamar a atenção contra a minha pessoa contra o governo do Brasil. Essa é a guerra que estamos enfrentando.

Segundo presidente, as doações do Fundo Amazônia, o incentivo à demarcação de terras indígenas, e o aumento de área para a preservação ambiental são formas de comprar a nossa soberania.

O presidente ainda afirmou que equipes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Ibama estão atuando na Amazônia contra as queimadas, e que as Forças Armadas irão reforçar as ações com as equipes locais. A Força Nacional enviará 40 homens para a região. Colaboração Clau de Luca #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário