por paulo eneas
A maior manifestação desse ano, a de 26 de Maio, foi bem-sucedida porque tinha uma pauta clara de apoio ao Presidente Bolsonaro, apoio às reformas e contra o Centrão, Rodrigo Maia e o STF. A clareza de pautas trouxe milhões às ruas e impediu a manipulação da manifestação por parte da grande imprensa.

A manifestação desse domingo carece dessa clareza, está sendo manipulada e pautada pela grande imprensa, operacionalizada pelo Vem Pra Rua (que endossa a narrativa mentirosa de que o presidente estaria rompendo seu compromisso de combater a corrupção e o crime) e por isso terá um tom hostil ao Presidente da República e contará com menor adesão.

Independentemente do volume de público presente, a narrativa que será apresentada pela grande imprensa na segunda-feira é a de que a manifestação foi o primeiro ato de cobrança ao Presidente da República indicando uma suposta insatisfação de seus eleitores e apoiadores. E se a adesão do público for baixa, a narrativa será a de que o presidente está perdendo apoio na sociedade.

Tudo isso acontecerá porque a manifestação não tem clareza de pauta, uma falta de clareza tão evidente que leva até mesmo jornalistas esquerdistas como Vera Magalhães a “convocar” a manifestação, que é vista como um ato de apoiadores da Lava Jato contra o Presidente da República.

Qualquer que seja o desfecho, fica evidente que estamos assistindo a um processo inverso daquele que ocorreu em 2013, quando a esquerda saiu às rua e os conservadores e a direita em geral tomaram para a si o movimento deles, dos esquerdistas.

Dessa vez, corremos o risco de ver os inimigos do governo, os representantes do establishment político e a grande imprensa tomarem para si os movimento de rua que marcaram a história recente do País. Corremos o risco de assistir um 2013 ao contrário, envergado à esquerda. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário