Presidente Bolsonaro Explica As Razões da Escolha de Augusto Aras para PGR

por paulo eneas
Logo após formalizar o anúncio da indicação de Augusto Aras para a PGR, o Presidente Bolsonaro veio a público na saída do Palácio da Alvorada para comentar sua decisão junto a populares que o aguardavam. O presidente admitiu estar sendo criticado por muitos de seus eleitores por conta escolha feita, e expôs em linhas gerais os critérios que utilizou para decidir-se pelo nome de Augusto Aras.

Ele lembrou que deseja ter na PGR não apenas um “radical no combate à corrupção”, mas alguém que não tenha um viés esquerdista em temas como defesa da família, meio ambiente e ideologia de gênero. Em sua fala, o presidente pediu um crédito de confiança, sob o risco da volta dos petistas ao poder, e lembrou que o universo de opções que ele tinha para a escolha era restrito.

O presidente foi enfático em dizer que o escolhido, Augusto Aras, é alguém em quem ele pode confiar em relação a temas caros aos conservadores, e pediu ao público para deixar o escolhido “mostrar seu serviço”. O presidente também criticou aqueles que o pressionavam para escolher Deltan Dallagnol, e questionou o que as pessoas sabiam sobre o posicionamento de Dallagnol a respeito de temas como família, ideologia de gênero e meio ambiente.

A despeito dos argumentos consistentes usados para fazer a defesa de sua escolha, o Presidente Bolsonaro não levou em conta, ao menos nessa sua fala específica, o impacto político negativo que a indicação de Augusto Aras vem tendo junto à sua base de apoiadores, e como esse impacto poderá afetar a disposição desses apoiadores de se mobilizarem, quando necessário, em defesa do governo contra as investidas do centrão, da grande imprensa e de todo o establishment político. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Deixe um comentário